Bem-Estar Corporativo

Tudo sobre folgas remuneradas

18 de dez. de 2023
Última alteração 18 de dez. de 2023

Receber um salário justo para trabalhar é ótimo, claro. Mas ser pago para não trabalhar é ainda melhor, não acha?

Brincadeiras à parte, a folga remunerada faz parte de uma rotina equilibrada de trabalho: ela está prevista na legislação trabalhista de diversas formas e é um assunto cada vez mais relevante para quem se candidata a uma vaga de emprego. Afinal, com a crescente busca das pessoas por uma jornada de trabalho flexível, oferecer dias de descanso adicionais como um dos seus benefícios corporativos pode ajudar a atrair e reter os melhores talentos em um cenário de competição acirrada pelos profissionais mais qualificados.

A prática, aliás, mostra que a teoria faz todo sentido: segundo pesquisas, oferecer esses benefícios flexíveis a seus colaboradores melhorou os índices de atração e retenção de talentos em 80% das empresas. E para 71% delas, o engajamento da equipe melhorou também. Isso mostra como é possível aumentar a produtividade do seu time sem ter que apelar para as horas extras. Muito pelo contrário, oferecer mais flexibilidade para que as pessoas possam escolher quando e como vão trabalhar pode ser o segredo.

Então, vamos entender como uma política de folga remunerada mais flexível, abrangente e inclusiva pode colaborar com o aumento do bem-estar e da satisfação profissional em sua empresa, gerando resultados positivos para o negócio.

Lead Magnet_PT-BR.png

O que é folga remunerada segundo a lei trabalhista

Como já mencionamos, existem algumas modalidades de folga remunerada previstas na lei trabalhista brasileira. Elas estão agrupadas na CLT, a Consolidação das Leis do Trabalho, um conjunto de regras que se aplicam a qualquer pessoa trabalhando em regime de “carteira assinada”. A mais conhecida delas é o direito a férias remuneradas. De forma bem resumida, são 30 dias de descanso a cada ano trabalhado (com normas de aplicação específicas para diferentes casos).

Há ainda outro tipo de folga remunerada prevista na lei: é o descanso semanal remunerado, chamado de DSR, que garante um dia de descanso durante a semana de trabalho (geralmente aos domingos). E existe também o recesso, que é a suspensão temporária das operações, por decisão da própria empresa, sem afetar o pagamento da equipe. Portanto, quando a empresa decide cancelar suas atividades para celebrar um feriado ou recompensar seu time com uma viagem por ter batido as metas, esse recesso é um tipo de folga remunerada.

De qualquer maneira, seja no regime de trabalho “celetista” ou em outras modalidades de relação empregatícia, encontrar oportunidades de oferecer essas folgas às pessoas pode trazer benefícios sensíveis para todos os envolvidos.

Benefícios de uma boa política de folga remunerada

Falar sobre as vantagens da folga remunerada para os colaboradores parece um assunto óbvio. É claro que todo mundo adora ter um pouco mais de tempo livre, mas existem outros benefícios envolvidos nessa política, e eles nem sempre são tão claros. E mais: a própria empresa também pode se beneficiar de um programa mais flexível de folgas remuneradas. Veja como!

  1. Melhora do bem-estar profissional e pessoal

Como profissional de Recursos Humanos, às vezes é natural pensar que sua influência sobre a equipe se limita apenas ao que acontece durante o horário de expediente. No entanto, as políticas que você define como empresa afetam não somente a vida profissional de seus colaboradores, mas a vida pessoal também. É por isso que priorizar o bem-estar corporativo é tão importante, e a folga remunerada é um dos ingredientes dessa receita.

Quem só pensa em seu trabalho o tempo todo e não tem oportunidades suficientes de descansar e relaxar, não leva uma vida saudável, seja no trabalho ou em sua casa. Um bom programa de folga remunerada pode inverter esse roteiro, incentivando seus colaboradores a aproveitar esse tempo livre para tratar de assuntos pessoais, praticar o autocuidado e investir em seus relacionamentos familiares.

Isso promove o bem-estar profissional e pessoal entre os membros da equipe e contribui para que tenham mais qualidade de vida, o que também gera resultados melhores em suas funções.

  1. Estímulo à diversidade e inclusão

Uma política de folga remunerada mais aberta e flexível também pode demonstrar que sua empresa tem o compromisso real de promover mais diversidade e inclusão no ambiente de trabalho.

Criar um sistema de folgas flutuantes, em que os integrantes do time têm um banco de dias de recesso para usarem como quiserem, pode ser uma boa ideia. Assim, cada pessoa consegue respeitar feriados e datas comemorativas de sua etnia, cultura ou religião, e isso ajuda a melhorar cada vez mais o clima organizacional e a cultura da sua empresa.

Outro exemplo: o Dia da Consciência Negra não é considerado um feriado nacional, mas em algumas cidades brasileiras é feriado municipal. Você pode seguir essa linha de ação e decretar uma folga remunerada nesse dia para demonstrar seu apoio a essa causa de maneira concreta.

  1. Mais satisfação e autonomia para a equipe

Ter a opção de escolher seu dia de folga remunerada, como citamos acima, também dá aos colaboradores a liberdade de tomar decisões por conta própria, e essa demonstração de confiança da empresa gera um senso de autonomia e responsabilidade na equipe. Isso tudo resulta em mais satisfação na rotina de trabalho.

Imagine alguém que teve uma semana particularmente cansativa e, após concluir suas demandas, optou por tirar a sexta-feira de folga para relaxar e cuidar da saúde mental. Isso cria uma employee experience muito mais positiva para essa pessoa e torna a empresa um ótimo lugar para trabalhar.

  1. Resultados e produtividade aprimorados

É fato que quem trabalha feliz gera até 12% a mais de lucro para a empresa. Por outro lado, se a equipe não descansa adequadamente, não tira férias ou não faz as pausas necessárias, ou sente que não tem a confiança da liderança para gerenciar essas questões, o envolvimento com o trabalho e com a empresa diminuem.

Com um bom programa de folga remunerada, as pessoas podem se desligar do trabalho quando precisam para voltar ainda mais motivadas, dando o seu melhor e trabalhando pelos objetivos da organização. Essas jornadas de trabalho “não lineares”, como são chamadas, influenciam a produtividade da equipe, e quase sempre de forma positiva.

  1. Transparência e respeito nas relações de trabalho

Se a empresa tem uma política oficial de folgas remuneradas, ninguém tem que mentir ou fingir uma doença para conseguir o descanso que precisa: os colaboradores podem usar os dias de licença médica quando realmente estão doentes, e outros dias de folga para o que mais desejarem. Essa transparência nas relações de trabalho é benéfica para a cultura corporativa e promove mais coesão entre equipes e supervisores.

Quando existe esse respeito mútuo, ninguém tem motivo para driblar as regras ou fazer mau uso do seu tempo. Pelo contrário: na maioria das vezes, o que você verá é uma equipe ainda mais engajada e produtiva, que contribui muito mais para o sucesso dos negócios.

  1. Absenteísmo reduzido

Um dos maiores indicadores de baixo engajamento é o absenteísmo, mas quando a empresa tem uma política de benefícios flexíveis bem definida, ninguém precisa faltar ao trabalho, já que existe a liberdade de usar esse dia como uma folga remunerada. Se alguém estiver enfrentando um momento de maior estresse, pode tirar um dia para cuidar da saúde mental, sem culpa. Isso significa menos microgerenciamento, mais engajamento e pessoas mais leais na equipe, com menor probabilidade de deixar a organização.

Além disso, o presenteísmo também diminui quando existe uma política clara de descanso remunerado em sua empresa. As pessoas não vão trabalhar doentes ou esgotadas, com medo de perder prazos (ou até mesmo o emprego), pois sabem que a empresa entende o valor desses dias reservados para os colaboradores repor as energias e cuidar da saúde.

  1. Melhor atração e retenção de talentos

Uma das maiores responsabilidades do RH é trazer as pessoas certas para se juntarem ao time e fazer o possível para que elas tenham ótimos benefícios e uma experiência profissional satisfatória. Mas será cada vez mais difícil atrair os melhores talentos se você não contar com uma jornada de trabalho mais aberta e maleável, em que cada colaborador tem autonomia para organizar sua agenda de compromissos profissionais e pessoais. Essa flexibilidade, na verdade, é uma das cinco prioridades para quem está buscando um novo emprego.

Além disso, a retenção desses colaboradores também pode ser um grande desafio no mercado de trabalho atual. Com a escassez de bons profissionais, a força de trabalho não se contenta com pouco, e se as pessoas não estiverem satisfeitas com sua rotina de atividades, acabarão buscando oportunidades em concorrentes que oferecem melhores benefícios.

Um bom pacote de benefícios flexíveis, com uma política clara de folgas remuneradas, é uma das melhores maneiras de criar um ambiente de trabalho atraente, recompensar quem se dedica ao negócio e, assim, turbinar sua estratégia de retenção de talentos.

Cultivando o bem-estar dentro e fora do trabalho

Como já ficou claro, você pode ir além do que a lei trabalhista diz e transformar a folga remunerada em uma ferramenta valiosa para sua organização e para sua equipe. Oferecer esse benefício mostra que você quer o melhor para os colaboradores, além de inspirar a força de trabalho a cuidar de sua saúde física, mental e emocional. Essa preocupação, ao final, se reverte em pessoas mais felizes com o que fazem e dispostas a se dedicar ainda mais ao trabalho, gerando resultados favoráveis para sua empresa.

Mas além da folga remunerada, você pode deixar seu pacote de benefícios corporativos ainda mais atrativo com um programa de bem-estar completo, que melhora de forma significativa como sua organização cuida da equipe. Fale com um especialista em bem-estar do Gympass para saber mais como podemos ajudar você nessa jornada.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.