Bem-Estar Corporativo

Saúde ocupacional hoje e no futuro

21 de dez. de 2023
Última alteração 21 de dez. de 2023

A saúde ocupacional sempre foi muito importante para as empresas, mas seu papel já não é mais o mesmo. Ainda vinculada às obrigações trabalhistas, a área deu um grande salto no tempo e desenvolveu um perfil estratégico com foco no bem-estar integral dos colaboradores.

O impulso da pandemia é inegável, mas isso também está acontecendo por influência de uma nova mentalidade no universo corporativo: a gestão centrada nas pessoas. E as mudanças não param por aí. Saiba mais sobre essa evolução e veja quais são as principais tendências no radar.

Como construir uma força de trabalho saudável.png

O que é saúde ocupacional e qual o seu papel hoje em dia

A saúde ocupacional é um conjunto de regras e processos a fim de reduzir e evitar prejuízos à saúde, decorrentes do trabalho. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde ocupacional é uma área de atuação da saúde pública com o principal objetivo de “promover e manter o mais alto grau de bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores em todas as ocupações”.

Com base nisso, o Brasil conta com diversas exigências relacionadas à saúde ocupacional desde a implementação de suas leis trabalhistas. Agora as empresas têm a obrigação de realizar exames admissionais ao contratar novos funcionários e disponibilizar serviços de medicina do trabalho para toda sua equipe, entre outros exemplos.

Mas esses esforços não precisam se limitar à conformidade com a CLT. Muitas organizações reconhecem a importância de encarar a saúde ocupacional como um conjunto de estratégias para promover o bem-estar integral de sua equipe e, assim, valorizar o seu capital humano.

Principais objetivos da saúde ocupacional nas empresas

Com um papel cada vez mais abrangente nos dias de hoje, a saúde ocupacional incorpora uma série de objetivos relacionados à qualidade de vida dos colaboradores:

  • Atender aos requisitos legais em vigor
  • Conscientizar a equipe sobre o tema e estimular comportamentos saudáveis
  • Adotar medidas voltadas às diferentes dimensões do bem-estar dos colaboradores
  • Proteger a integridade da força de trabalho
  • Garantir que cada profissional atue de acordo com suas aptidões físicas e mentais
  • Prevenir acidentes e riscos à saúde em decorrência das condições de trabalho
  • Melhorar o clima organizacional e os níveis de satisfação dos funcionários
  • Manter umambiente de trabalho seguro e psicologicamente saudável
  • Demonstrar apoio e atenção às necessidades de sua equipe

3 tendências em destaque na área da saúde ocupacional

As mudanças no escopo da saúde ocupacional acompanham as recentes transformações no mercado de trabalho e projetam tendências para o futuro. Algumas das tendências nessa área que já estão em andamento nas empresas são:

  1. Perspectivas mais amplas e inclusivas

O caráter preventivo da saúde ocupacional ganha reforços com um novo olhar para a saúde mental e o bem-estar na vida pessoal e profissional como um todo. Isso se reflete na oferta de benefícios inovadores para funcionários e seus familiares, na preocupação em proporcionar condições adequadas para o trabalho remoto e em futuras soluções alinhadas a esse perfil.

O relacionamento em equipe tende a ser um novo desafio nesse cenário, segundo 43% das lideranças de RH. Por outro lado, isso pode contribuir ainda mais para a prevenção de doenças ocupacionais e da síndrome do Burnout.

  1. Processos mais rápidos e práticos

A adoção do eSocial é um passo importante para descomplicar os processos administrativos relacionados à saúde ocupacional. Essa plataforma acelera o registro das informações necessárias nos órgãos competentes e facilita a fiscalização quanto às exigências trabalhistas.

À medida que a ferramenta se populariza, a propensão é reduzir a burocracia, otimizar as etapas obrigatórias para as empresas e melhorar a integração de dados. Isso permite que a equipe de Recursos Humanos se concentre em questões estratégicas, além de aprimorar o atendimento a equipes em diferentes localidades ou com esquemas flexíveis de trabalho.

  1. Uso inteligente da tecnologia

A tecnologia pode facilitar a aplicação das políticas de saúde ocupacional e o controle de seu impacto. A ideia é seguir tendências como o uso de People Analytics, inteligência artificial, plataformas digitais com soluções personalizadas para os colaboradores, operação de equipamentos pesados à distância e recursos para acesso virtual a ambientes.

Por exemplo, o Metaverso pode proporcionar uma experiência imersiva ao conscientizar a equipe sobre a prevenção de acidentes e atender às necessidades especiais dos colaboradores.

Turbine o impacto da saúde ocupacional

Os cuidados com a saúde ocupacional acompanham todo o ciclo da experiência dos colaboradores na empresa. E, com uma condução estratégica, essa jornada pode trazer resultados positivos como a queda das taxas de absenteísmo e turnover, além de fortalecer a marca empregadora nos processos de atração de talentos.

Organizações que se comprometem com o bem-estar da força de trabalho costumam ter um excelente retorno sobre investimento e gerar transformações impactantes na qualidade de vida de sua equipe: 85% das lideranças de RH relatam a redução de atestados médicos e o aumento da satisfação no emprego. Para Lívia Martini, Chief People Officer do Gympass, “Quando priorizamos a saúde e a felicidade das pessoas, elas têm o ambiente e a energia necessários para o total engajamento com o trabalho”.

O Gympass é uma solução completa para promover o bem-estar integral dos seus colaboradores e os ajuda a adotar um estilo de vida mais saudável. Converse ainda hoje com um dos nossos especialistas em bem-estar e conte com a gente para alinhar sua empresa às novas tendências em saúde ocupacional.

Fale com um especialista em bem-estar_BR1.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.