Bem-Estar Corporativo

As oito dimensões de bem-estar

30 de out. de 2023
Última alteração 2 de fev. de 2024

Para colaboradores do mundo todo, bem-estar não é opcional. 93% da força de trabalho atual considera o bem-estar tão importante quanto o salário, e 87% sairiam de uma empresa que não prioriza o bem-estar. 

Bem-estar é fundamental para a qualidade de vida. Décadas de pesquisa mostram que o bem-estar é holístico, resultado do nosso estado físico, emocional, espiritual, financeiro, ocupacional, social, intelectual e ambiental. E cada uma dessas oito dimensões tem impacto tanto na vida pessoal como profissional de cada pessoa.

Caso alguma dessas dimensões seja negligenciada, a saúde geral do ser humano tende a ser impactada negativamente, podendo afetar sua motivação, seu desempenho e também sua satisfação no trabalho. Por isso é tão importante entender quais são essas 8 dimensões do bem-estar e como auxiliar seus colaboradores na busca do equilíbrio entre as diferentes esferas que resultam em sua qualidade de vida.

Lead Magnet_PT-BR.png

As 8 dimensões do bem-estar em detalhes

Boa parte das pessoas entende o bem-estar como a condição em que suas necessidades físicas e emocionais estão amplamente satisfeitas. Em outras palavras, elas acreditam que, por meio da prática de exercícios regulares, da alimentação saudável, de noites de sono tranquilo e da gestão do estresse, conseguem atingir esse estado de prazer e felicidade plena. 

Em parte, é verdade. Entretanto, o conceito de bem-estar é muito mais abrangente e engloba também o bom uso da capacidade cognitiva, a construção de conexões sociais positivas ou a interação com o ambiente ao seu redor, por exemplo. Veja a seguir quais são as oito dimensões do bem-estar e exemplos de como você pode ajudar seus colaboradores a evoluir em cada um desses aspectos.

8 Dimensões do Bem-Estar.png

  1. Bem-estar físico

O bem-estar físico talvez seja a dimensão mais conhecida e em que são empregados os maiores esforços para a melhora da saúde e da qualidade de vida. Trata-se de toda iniciativa relacionada aos aspectos físicos do corpo humano, no intuito de prevenir doenças, manter a eficiência da atividade metabólica e aumentar o vigor e a disposição geral. Isso inclui cuidados com exercícios físicos, sono e alimentação.

O Panorama do Bem-Estar Corporativo 2024 revelou que 94% das pessoas acreditam que o bem-estar físico impacta seu desempenho no trabalho, mas 74% dizem não estar em boa forma. Algumas ações que podem ser adotadas pela sua empresa para ajudar os colaboradores nessa jornada incluem a ginástica laboral, a prática esportiva em grupo, o acompanhamento nutricional, investimentos em ergonomia no trabalho e programas de cessação do tabagismo.

  1. Bem-estar emocional

O bem-estar emocional é a dimensão que engloba cuidados com os aspectos psicológicos para que as pessoas consigam apreciar a vida,contornar obstáculos com sabedoria, adaptar-se bem às mudanças e administrar suas emoções. Assim, é possível evitar transtornos de ordem emocional como o burnout, a ansiedade e a depressão.

Segundo um levantamento feito pelo Instituto Ipsos, mais de 50% da população brasileira têm preocupações com relação à saúde mental. E o estudo divulgado pelo Gympass mostra que 96% dos respondentes têm algum tipo de estresse durante a jornada de trabalho. São indícios de que as empresas poderiam agir mais ativamente na conscientização e prevenção de distúrbios dessa natureza.

  1. Bem-estar espiritual

O bem-estar espiritual é a dimensão relativa à busca de um propósito e significado na vida, incluindo a moral e a ética, podendo ou não envolver práticas religiosas. Consiste em aceitar diferentes crenças, culturas ou valores, como forma de se manter aberto a novas perspectivas e opiniões que possam agregar conhecimento e significado à vida. Alguns exemplos de iniciativas que elevam o bem-estar espiritual são o reconhecimento no trabalho (tanto pelas lideranças quanto pelos pares), o respeito às práticas religiosas individuais ou o incentivo à participação em ações de voluntariado.

Apesar disso, mais de um terço das empresas não oferecem aos seus colaboradores oportunidades com trabalho voluntário. Instituir programas de doação de sangue, de apoio comunitário ou de suporte humanitário no caso de calamidades são excelentes exemplos de contribuição para o bem-estar espiritual das equipes, além de fortalecer seu employer branding.

  1. Bem-estar financeiro

O bem-estar financeiro é a dimensão que abrange todos os aspectos relacionados ao dinheiro, incluindo práticas para gerenciar e aumentar seus recursos de maneira produtiva. Se a pessoa se sente segura financeiramente, se existe um planejamento orçamentário estruturado ou se as despesas estão sob controle e não são motivo de desgaste emocional.

Mais de um quarto dos profissionais enfrentam problemas relativos ao dinheiro, e essa preocupação tende a prejudicar seu desempenho no trabalho. Investir na educação financeira dos colaboradores é uma das opções  que você tem e pode  adotar para auxiliar nesse cenário.

  1. Bem-estar ocupacional

O bem-estar ocupacional é a dimensão ligada ao trabalho e a satisfação pessoal derivada disso. Em outros termos, refere-se ao entusiasmo com a carreira, à realização profissional e à satisfação com o salário recebido, com os benefícios corporativos e com os valores pregados pela empresa.

Embora o trabalho seja a fonte de subsistência da maioria das pessoas e contribua para o desenvolvimento econômico e a autoestima geral, apenas 6% dos colaboradores do mundo  classificaram o bem-estar ocupacional como a dimensão mais importante. Isso não significa que as pessoas estejam satisfeitas e engajadas em suas tarefas. É importante sempre avaliar o clima organizacional e propor ações preventivas ou corretivas para evitar a perda de talentos.

  1. Bem-estar social

O bem-estar social é a dimensão que engloba  relacionamentos interpessoais, as conexões profissionais e o sentimento de pertencimento a um grupo ou comunidade, de forma saudável. Além das amizades e da família, líderes e colegas de equipe também contribuem para esse aspecto.

Para 91% das pessoas, o estresse no trabalho desgasta as relações.E um terço dos entrevistados já sofreu algum tipo de discriminação durante a jornada de trabalho.  Pesquisas de satisfação interna são um poderoso instrumento para te ajudar a detectar como o desempenho de seus colaboradores está sendo prejudicado em razão de desequilíbrio do bem-estar social

  1. Bem-estar intelectual

O bem-estar intelectual é a dimensão relativa ao conhecimento e aos processos criativos e produtivos capazes de expandir o aprendizado. Alguns exemplos de práticas que contribuem para o bem-estar intelectual são a leitura, a dança, a culinária e o esporte, além da trajetória acadêmica formal.

De acordo com o Panorama do Bem-Estar Corporativo 2024, 89% das pessoas afirmam que o desenvolvimento profissional está diretamente relacionado aos níveis de produtividade e engajamento no local de trabalho. Como líder ou especialista em Recursos Humanos, é importante garantir que seus colaboradores tenham treinamento adequado, sejam recompensados de forma justa, possam se candidatar a novas oportunidades na empresa e desempenhem suas tarefas em um ambiente diverso, ético, positivo e inovador.

  1. Bem-estar ambiental

O bem-estar ambiental é a dimensão relativa ao modo como as pessoas se sentem no espaço ao seu redor, em termos de segurança, saudabilidade e agradabilidade, tanto na vida pessoal como profissional.

É sabido que um ambiente de trabalho psicologicamente seguro e saudável impulsiona a criatividade, a produtividade e o engajamento dos colaboradores. A percepção de segurança é um fator determinante para o bem-estar ambiental das pessoas. Apenas 11% dos profissionais de todo o mundo afirmam que se sentem fisicamente inseguros no trabalho, enquanto 17% relatam insegurança psicológica. É preciso cuidar para que o cenário se estabilize.  Um processo de onboarding eficaz, capacitação das lideranças ou a prática de feedback regular são exemplos de como construir e manter ambientes de trabalho seguros.

Ofereça um programa de bem-estar corporativo que atenda às 8 dimensões de bem-estar

Um programa de bem-estar completo e bem-estruturado pode ajudar a sua empresa a atrair e reter talentos, além de garantir que os colaboradores se sintam valorizados e amparados em suas necessidades de saúde.

Com uma rede de mais de 50 mil academias e estúdios, além de milhares de modalidades de aulas sob demanda e diversos aplicativos voltados à nutrição e à saúde mental, o Gympass faz parte dos melhores programas de bem-estar do mundo.

Para saber como implementar um programa com recursos presenciais e online, voltados às 8 dimensões do bem-estar, converse com um especialista do Gympass hoje mesmo.

Fale com um especialista em bem-estar_BR1.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.