Bem-Estar Corporativo

Recrutamento de executivos: guia completo sobre Executive Search

28 de mar. de 2024
Última alteração 28 de mar. de 2024

Não é novidade que o mercado de trabalho está em constante mudança. A busca por talentos excepcionais nunca foi tão desafiadora e nesse cenário competitivo, encontrar os líderes certos para impulsionar o crescimento da sua empresa é crucial. Além disso, os esforços para contratar as pessoas certas podem ter reflexos no bem-estar dos colaboradores e nos negócios da sua organização. 

É aí que o Executive Search entra em cena como um caminho para o sucesso do seu negócio, sendo uma ferramenta estratégica para você fazer as melhores escolhas na hora de contratar altas lideranças.

As características desse tipo de busca especializada de executivos ficam mais evidentes em comparação com um processo habitual de recrutamento. Confira o que é Executive Search, dicas para colocá-lo em prática e as principais tendências nesse nicho dos Recursos Humanos.

Checklist de RH para os primeiros 90 dias de um novo colaborador.png

O que é Executive Search?

Executive search é o processo de recrutamento de talentos para os cargos mais altos de uma organização, chamados de executivos de alta gestão, como diretores executivos (CEO), diretores financeiros (CFO) e vice-presidentes. 

Essa modalidade vai além dos métodos tradicionais de recrutamento, utilizando uma abordagem personalizada para identificar e atrair os melhores talentos do mercado, geralmente através de headhunters. Essas são pessoas ou até mesmo empresas que possuem uma vasta rede de contatos e expertise no mercado, permitindo que a empresa contratante tenha acesso a um pool de candidatos altamente qualificados que muitas vezes não estão disponíveis em canais tradicionais de recrutamento.

Todo o processo de executive search exige um alinhamento estratégico com o departamento de RH, cobrindo desde o levantamento de perfis até a conclusão do onboarding — e com a possibilidade de acompanhamento para gestão de desempenho.

Diferenças entre executive search e recrutamento em geral

As empresas podem contratar excelentes profissionais com os processos tradicionais de recrutamento, mas há situações em que um Executive Search é mais indicado. As principais diferenças entre esses métodos têm a ver com as estratégias de RH para atração de talentos e se baseiam em:

  • Tipo de cargo. Como o nome sugere, o executive search é focado em encontrar profissionais que possam assumir cargos na esfera executiva da empresa ou posições de liderança com altos níveis de responsabilidade. Já o recrutamento tradicional foca em vários tipos de cargo no plano de carreiras da empresa, a partir de estagiários e menores aprendizes.
  • Segmentação. Especialistas em busca de executivos (os headhunters) não precisam se concentrar no segmento de atuação da empresa. A ideia é priorizar fatores como expertise, conexão profunda com a cultura da empresa e potencial de adequação no prazo desejado. Mas, quando necessário, recrutadores podem atuar em processos de seleção segmentada.
  • Perfil de abordagem. Enquanto os processos de recrutamento podem receber muitas candidaturas e preencher vagas em aberto com rapidez, um executive search precisa ser bem meticuloso. Em muitos casos, há a abordagem com profissionais que não estão em busca de oportunidades e etapas conduzidas com total imparcialidade e sigilo.

A importância e os benefícios do Executive Search para as empresas

Um processo de executive search demanda táticas de abordagem ativa, confidencialidade e construção de relacionamentos com profissionais disputados no mercado de trabalho. Se isso for bem conduzido, a empresa pode evitar perdas financeiras e efeitos negativos em seu ambiente de trabalho, além de fortalecer o seu Employer Branding.

Outros benefícios do executive search são:

  • Acesso a um pool de candidatos mais amplo e qualificado: empresas que conduzem executive search possuem acesso a uma rede de contatos que vai além dos canais tradicionais de recrutamento, inclusive permitindo encontrar candidatos que não estão buscando ativamente novas oportunidades.
  • Processo de recrutamento mais rápido e eficiente: os headhunters possuem experiência e expertise para conduzir um processo de recrutamento rápido e eficiente, podendo reduzir o tempo tradicional que a empresa leva para encontrar o profissional ideal.
  • Redução de custos e riscos: processos de executive search podem ser mais econômicos do que o recrutamento tradicional. Existem empresas de headhunting que só cobram seus honorários quando um candidato é contratado, por exemplo. Além disso, o processo pode ajudar a reduzir o risco de contratar um profissional inadequado para a posição.
  • Melhoria na qualidade das contratações: conduzir um processo de executive search aumenta as chances de encontrar o candidato ideal para a posição, o que acaba contribuindo para a retenção de talentos e o sucesso da empresa a médio e longo prazo.
  • Confidencialidade: em geral, o processo de executive search é totalmente sigiloso, protegendo a imagem da empresa e evitando a fuga de talentos.

Por ser direcionada a posições de confiança e com remunerações elevadas, é comum que essa modalidade de recrutamento tenha o papel de garantir contratações que se estendam por um longo prazo. Ainda assim, a contratação por tempo determinado é uma tendência que já está no radar de algumas companhias brasileiras.

Executive Search em 5 passos

Caso você esteja em busca de uma empresa especializada em executive search ou esteja considerando conduzir o processo internamente, é importante conhecer os 5 principais passos para realizar um recrutamento de executivos.

Executive Search.png

Passo 1: Definindo o candidato ideal e a estratégia de recrutamento

  • Desenhe o perfil do executivo: determine as habilidades e experiências que o profissional precisa para ter sucesso na sua empresa.
  • Escolha sua estratégia: defina como você vai encontrar o candidato ideal, seja através de pesquisas diretas (procurando em empresas concorrentes ou em áreas relevantes), com headhunters ou anunciando em redes sociais e portais. 
  • Escreva um job descriptiondetalhado e atrativo: descreva as responsabilidades, desafios e oportunidades da vaga, assim como o pacote de remuneração e benefícios. 

Passo 2: Mapeando os talentos

  • Realize treinamentos internos: escolha e capacite um profissional da sua equipe para liderar o processo, seja ele interno ou terceirizado.
  • Contrate headhunters: se optar por seguir com a contratação de especialistas em executive search, faça pesquisas dos melhores profissionais para conquistar bons resultados.
  • Divulgue a vaga: utilize portais de vagas, redes sociais ou eventos do setor.

Passo 3: Conduzindo entrevistas eficazes

  • Faça análises individualizadas: avalie as habilidades, conhecimentos, experiências e motivações de cada candidato.
  • Qualidade, não quantidade: priorize a qualidade dos candidatos em vez de um grande número de talentos.
  • Garanta o sigilo do processo: caso seja necessário, adapte o processo para garantir a confidencialidade, principalmente com candidatos que estejam ativamente empregados.

Passo 4: Apresentação dos candidatos com maior potencial

  • Elabore um relatório detalhado: busque criar um documento por candidato, explorando suas qualificações, experiências, habilidades, pontos fortes e de desenvolvimento e fit cultural.
  • Garanta uma tomada de decisão certeira: a partir dos relatórios é possível escolher o melhor candidato para a sua empresa.

Passo 5: Contratação e integração

  • Formalize a contratação: faça a proposta ao candidato escolhido, prepare a documentação e os termos da contratação.
  • Tenha um onboarding eficaz: o onboarding é a primeira experiência que o executivo tem ao entrar na empresa. Garanta que esse processo inclui a apresentação da empresa e seus valores, treinamento sobre a cultura e processos da empresa, e  apresentação à equipe.

Tendências em executive search

Mesmo quando uma empresa opta pelo suporte terceirizado para executive search, o RH tem uma grande responsabilidade pela condução estratégica desse processo. Para isso, fique de olho nas seguintes tendências:

Mais e melhores contratações

A fase pós-pandêmica registrou um recorde na contratação de executivos C-Level, com um aumento de 62% nas admissões. Mas vale destacar que 8 em cada 10 foram substituições (e muitas motivadas por desacertos). Isso só reforça a importância de um executive search eficaz.

Análises recentes indicam que essa busca especializada vai continuar intensa em 2024. E agora o processo pode ser otimizado com People Analytics e ferramentas de inteligência artificial aliadas à expertise humana — que não deixa de ser essencial para um processo bem-sucedido.

Também está prevista uma melhora em termos de remuneração, acompanhado a tendência dos pacotes de Total Rewards cada vez mais atraentes. Os cargos de alto escalão já costumam ter os maiores salários do mercado e não devem ter um reajuste salarial significativo, mas as remunerações variáveis estão propensas a aumentar cerca de 10%.

Foco mais amplo e diverso

O mundo corporativo está avançando no processo de valorizar potenciais em vez de apenas rotular as pessoas. É animador saber que 49% das diretorias executivas das empresas no ranking da Fortune 500 estão ocupadas por mulheres ou profissionais com origens sub representadas na sociedade. Só que um grande percentual desse número é formado por cargos nas áreas de diversidade e inclusão e ainda há muito do mesmo no alto escalão.

A boa notícia é que os processos de executive search estão adotando estratégias para encontrar perfis mais diversos. Isso também reflete uma tendência de ampliar as perspectivas para facilitar a contratação de profissionais de alta performance que tenham formação diferente da esperada e experiência prévia diversa. 

Adaptabilidade

Contratações remotas, instabilidades na economia e transformações constantes exigem um processo bem estruturado de executive search, mas não engessado. Afinal, a capacidade de adaptação é uma vantagem hoje em dia e tende a se tornar vital para o futuro do trabalho. 

A expectativa de contratar “mais do mesmo” deve perder espaço para uma mentalidade que prioriza talentos em sintonia com a empresa. Outra tendência é a contratação sob demanda, seja para liderança de projetos ou no modelo de diretoria interina. Isso não substitui a necessidade de contar com executivos que se dediquem aos objetivos organizacionais no longo prazo, mas é uma estratégia que estimula a adaptabilidade da empresa e dos seus colaboradores.

Alinhe sua busca ao bem-estar dos colaboradores

Um processo de executive search pode ser decisivo para sua empresa. Isso porque as contratações de sucesso ajudam a colocar os negócios no rumo certo, mesmo diante dos desafios que estão por vir. E o bem-estar é essencial na busca por executivos alinhados a esse propósito.

Cerca de 75% dos profissionais de C-Level consideram trocar a empresa atual por outra que valorize mais o bem-estar. Além disso, as lideranças afetam a saúde mental de 69% dos colaboradores. Isso significa que todos têm muito a ganhar em uma empresa comprometida com a saúde, a felicidade e a qualidade de vida da sua equipe.

Então, que tal contar com a parceria de uma plataforma especializada em bem-estar corporativo? Converse com um especialista em bem-estar do Gympass e descubra como é simples proporcionar benefícios atraentes para profissionais em todos os níveis hierárquicos na sua organização.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.