Bem-Estar Corporativo

A importância do feedback eficaz para a gestão de pessoas

23 de nov. de 2023
Última alteração 23 de nov. de 2023

A falta de reconhecimento no trabalho figura como um dos principais erros de gestão de pessoas nas organizações. E isso pode acontecer porque boa parte das empresas não defende uma cultura de feedback e de valorização das equipes.

Panorama do Bem-Estar Corporativo 2024 apontou que quase 90% dos profissionais consideram as oportunidades de crescimento e de progressão na carreira fundamentais para se manterem engajados em suas atividades no trabalho. Em contrapartida, 26% disseram que a empresa onde trabalham não oferece suporte para seu desenvolvimento profissional.

Por meio das avaliações de desempenho e processos de feedback estruturados, você consegue mapear quais habilidades e competências podem ser aperfeiçoadas pelos seus colaboradores. Investir no treinamento e na capacitação das pessoas, seja via cursos online, certificações técnicas ou seminários, pode significar ganhos nos índices de produtividade, eficiência, qualidade e retenção de talentos.

Estudo ROI do Bem-Estar 2023

O que é feedback?

Feedback é uma palavra em inglês que significa “retroalimentação”. No âmbito corporativo, o termo é utilizado para descrever o processo em que alguém avalia o comportamento ou o trabalho de outra pessoa para que ela saiba quais são seus pontos fortes e os aspectos que precisam ser desenvolvidos. 

Um dos principais objetivos do feedback é fornecer as bases para que os colaboradores possam melhorar seus níveis de produtividade e o engajamento no trabalho.

Quais são os principais tipos de feedback?

O feedback costuma ser dado pela gerência imediata do colaborador ou por alguém do departamento de Recursos Humanos, e consiste em uma conversa individual, de caráter educativo.

Dependendo da forma como a conversa será conduzida e qual a sua finalidade, o feedback pode ser classificado em três tipos:

  1. Feedback positivo

O feedback positivo trata-se da valorização de ações assertivas, de comportamentos proativos ou de tarefas bem-feitas e entregues no prazo, por exemplo. Infelizmente, uma parte considerável das empresas está mais preocupada em apontar falhas do que elogiar seus colaboradores por conquistas e resultados alcançados. É importante reforçar junto ao colaborador suas ações positivas e mostrar que esse comportamento deveria ser mantido.

Uma pesquisa conduzida pela Gartner mostrou que a capacitação dos gestores para que sejam mais empáticos, flexíveis e confiáveis é prioridade para 60% dos líderes de RH. Com isso, espera-se que entendam melhor a importância do reconhecimento profissional para o sucesso dos negócios.

  1. Feedback negativo

O feedback negativo ocorre quando é necessário tratar atitudes prejudiciais que podem afetar o desempenho, a motivação da equipe e os resultados operacionais. É uma situação delicada e que deve ser conduzida com responsabilidade para que o colaborador entenda que o foco principal é o seu desenvolvimento.

Aqui não cabem censuras ou críticas sem fundamento. Você deve explicar os motivos pelos quais determinadas atitudes não são toleradas e conceder oportunidades para que a pessoa possa aprender com seus erros.

  1. Feedback construtivo

O feedback construtivo ocorre quando existe a possibilidade de melhorias em dado aspecto. Se aplica quando você identifica que alguém pode otimizar seu desempenho, a qualidade de suas entregas, seu relacionamento interpessoal ou a sua rotina por meio do diálogo, da instrução ou de iniciativas de upskilling, por exemplo.

O feedback construtivo é um instrumento de apoio e uma poderosa ferramenta para maximizar o valor do capital humano em sua empresa.

Qual é a importância do feedback?

Quando aplicado corretamente, o feedback traz diversas vantagens, tanto para os colaboradores, quanto para a empresa. As principais são:

Redução nas taxas de turnover

Colaboradores que compreendem com clareza os caminhos a seguir para crescer profissionalmente são menos propensos a deixar a empresa. 

O feedback permite que as pessoas saibam o que está funcionando, que lacunas estão prejudicando seu desenvolvimento e, sobretudo, que ações adotar para melhorar suas competências. Como consequência, sentem-se mais motivadas e engajadas em suas atividades. 

Com a redução nas taxas de turnover, a empresa economiza o tempo e o dinheiro que seriam destinados a novas contratações, treinamento especializado e processos de onboarding.

Melhora no bem-estar geral

O feedback aproxima gestores e suas equipes. Essa relação de confiança entre as partes é crucial para promover um ambiente de trabalho psicologicamente seguro e saudável e reduzir os índices de absenteísmo em razão de estresse, ansiedade ou quaisquer outras doenças ocupacionais. Colaboradores que contam com o apoio das lideranças sabem que, se cometerem falhas, elas serão usadas como oportunidades para seu aprendizado e crescimento na empresa.

Fortalecimento da marca empregadora

Também conhecida como employer branding, a marca empregadora é a percepção que os atuais (e futuros) colaboradores têm de sua empresa. Quando as experiências são positivas, clientes tendem a indicar os serviços e produtos à sua rede de contatos e os colaboradores recomendam o local como um ambiente de trabalho saudável, enriquecedor, otimista e acolhedor.

Como estruturar um feedback?

Conceder feedback às vezes não é uma tarefa simples, em especial quando você precisa discutir assuntos sensíveis ou comportamentos inadequados. Mas as táticas abaixo podem ser úteis para uma abordagem tranquila:

  1. Prepare o ambiente

Escolha um local calmo e certifique-se que ninguém interrompa a conversa. Informe que aquela reunião se trata de um diálogo e o objetivo é compreender melhor o que tem gerado falta de motivação no trabalho, problemas de desempenho, dificuldades na comunicação ou quaisquer outros obstáculos que estão afetando o relacionamento com os colegas ou prejudicando os resultados.

Mostre que você quer ajudar em vez de aplicar algum tipo de punição. Escute com atenção, permita que a pessoa faça perguntas e esclareça as dúvidas com prontidão.

  1. Concentre-se no tema central

Elabore uma pauta prévia com algumas perguntas para direcionar o assunto. Se o feedback for relacionado a um desempenho menor que o esperado ou à falta de qualidade nas tarefas, forneça dados, gráficos ou comparativos que comprovem os argumentos.

No caso de atitudes negativas ou desrespeitosas com a equipe, coloque-se à disposição para ajudar a resolver o que motivou o conflito no trabalho. Por fim, se a pessoa sempre chega atrasada no escritório e não consegue cumprir os prazos acordados, proponha alternativas e ferramentas para que consiga fazer a correta a gestão do tempo.

  1. Comprometa-se com a solução

Dar feedback não significa apenas evidenciar os pontos fortes ou listar condutas inapropriadas. Você deve ter um plano de ação em mente para que medidas preventivas e corretivas sejam implementadas, e orientar os colaboradores nessa jornada evolutiva. 

O apoio dos líderes ou do departamento de RH pode ser o grande diferencial para que as pessoas de fato se comprometam em melhorar e prosperar profissionalmente. Ao criar condições adequadas para o exercício das funções você contribui na saúde organizacional e no bem-estar geral da sua força de trabalho.

Para além do feedback: como manter equipes satisfeitas e engajadas

Conceder feedback e acompanhar o progresso dos colaboradores são elementos-chave dentre as boas práticas de RH para o ganho de produtividade e engajamento com os negócios. Outras iniciativas para manter as equipes satisfeitas e engajadas incluem campanhas de incentivo, programas de capacitação, sistemas de recompensas e programas de bem-estar.

96% dos profissionais no mundo afirmaram que, na busca de um novo emprego, levarão em conta apenas lugares que claramente priorizam o bem-estar. A saúde e a qualidade de vida tornaram-se prioridades inegociáveis.

Fale com um de nossos especialistas em bem-estar para saber como o Gympass pode te ajudar a levar mais saúde e bem-estar para seus colaboradores.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.