Bem-Estar Corporativo

O que é economia prateada e seus impactos para os negócios

5 de fev. de 2024
Última alteração 5 de fev. de 2024

Segundo Philip Kotler, renomado professor norte-americano e autor do livro Marketing 5.0, é a primeira vez na história em que cinco gerações distintas, com preferências e comportamentos contrastantes, vivem (e possivelmente trabalham) juntas. São elas:

  • Baby boomers: pessoas nascidas entre os anos de 1946 e 1964
  • Geração X: pessoas nascidas entre os anos de 1965 e 1980
  • Geração Y (ou millennials): pessoas nascidas entre os anos de 1981 e 1996
  • Geração Z: pessoas nascidas entre os anos de 1997 e 2010
  • Geração Alfa: pessoas nascidas a partir de 2011

Embora as gerações Y e Z representem a fatia mais significativa da força de trabalho, são os baby boomers e a geração X que geralmente ocupam os postos de liderança nas empresas e detêm o maior poder aquisitivo relativo.

A reflexão acima serve de base para as decisões estratégicas e para a gestão de pessoas no âmbito corporativo, uma vez que boa parte da população está envelhecendo, mas continua desempenhando funções de grande responsabilidade nas organizações, além de ter hábitos de consumo próprios, fomentando a economia prateada (ou silver economy).

O Futuro do Trabalho.png

O que é economia prateada?

A expressão economia prateada faz alusão aos cabelos brancos ou grisalhos. Em outras palavras, significa os esforços da economia para atender às necessidades das pessoas consideradas idosas ou que têm acima de 60 anos – para fins de classificação e proteção pelo Governo Federal –, segundo a lei 10.741, também conhecida como Estatuto da Pessoa Idosa.

Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pessoas com idade igual ou superior a 60 anos correspondem a 15,6% da população nacional. Os baby boomers e uma parcela da geração X fazem parte desse público, que se sente física e mentalmente ativo, e capaz de contribuir com seu conhecimento e sua experiência para o crescimento das empresas e para o desenvolvimento do país.

É um nicho de mercado específico, mas com grande potencial. Um levantamento revelou que a categoria movimenta cerca de R$2 trilhões por ano e é responsável por 23% do consumo de bens e serviços no Brasil.

Oportunidades que a economia prateada pode trazer para os negócios

Além da venda de produtos ou da prestação de serviços para esse segmento da população, a sua empresa também pode pensar em estratégias para a atração de talentos 60+. Alguns benefícios de atender à economia prateada ou de contratar pessoas idosas são:

  1. Possibilidade de expansão dos negócios

O cenário de transformações e mudanças constantes afeta a vida de todos, independentemente da faixa etária. Todavia, a geração prateada tende a enfrentar mais dificuldades, sobretudo quando se trata de avanços no campo tecnológico.

Assim como você se preocupa com o desenvolvimento de suas equipes, é preciso investir na educação de atuais e futuros colaboradores seniores, para que consigam realizar tarefas online, compreendam de forma plena as funcionalidades de softwares e sistemas, ou tenham fácil acesso às posições em aberto na sua empresa, por exemplo.

O departamento de marketing e a área de comunicação interna podem ajudar a pensar em soluções mais democráticas, amigáveis e inteligentes para esse público, por meio de:

  • Conteúdo interativo no site institucional ou no blog da empresa (vídeos explicativos, imagens, ícones e uso de uma paleta de cores harmônica).
  • Boletins informativos e campanhas publicitárias direcionadas ao mercado da longevidade.
  • Pesquisas de satisfação com o objetivo de identificar tendências e padrões de comportamento.
  • Desenvolvimento de produtos e serviços mais intuitivos, que demandem menor mobilidade física ou poucos esforços de interpretação.
  • Processos seletivos mais inclusivos e que encorajem a participação de pessoas que têm mais de 60 anos.

  1. Reconhecimento de marca

Organizações que prezam pela qualidade de vida no trabalho e pela satisfação de seus clientes são bem-vistas no mercado e admiradas por seus colaboradores.

Ao destinar ações e cuidados exclusivos à geração prateada, você contribui para o fortalecimento da imagem institucional, ao mesmo tempo que pode firmar a sua marca empregadora (ou employer branding) como inclusiva, transparente e respeitosa.

Isso traz valor para o seu negócio, podendo gerar aumento nas vendas, fidelização da base de consumidores e queda nas taxas de turnover.

  1. Incentivo à diversidade e inclusão

Uma das grandes tendências de RH para os próximos anos é o maior investimento em políticas de diversidade, equidade e inclusão (DEI).

Pesquisas apontaram que três em cada quatro profissionais preferem trabalhar em uma empresa diversificada. Sob a ótica dos clientes, outro estudo revelou que 60% dos respondentes afirmam que não consomem produtos de marcas que têm comportamentos preconceituosos ou que não apoiam a longevidade.

Apostar na economia prateada é um dos caminhos para a adaptação de sua empresa a um contexto mais heterogêneo e igualitário.

  1. Estímulo à criatividade e à inovação

A McKinsey constatou que encorajar a diversidade e a inclusão nas empresas pode ser bastante lucrativo: organizações que se empenham em manter equipes etnicamente diferentes melhoram a rentabilidade em até 33%.

Colaboradores com perspectivas, opiniões e vivências distintas enriquecem o capital humano da empresa. Um ambiente de trabalho com pessoas de perfis variados é propício à manifestação da criatividade e ao desenvolvimento de ideias e soluções inovadoras, ágeis e efetivas.

Valorize seus talentos 60+ com um programa de bem-estar holístico

Um relatório da Robert Half afirma que a diversidade é a chave para a inovação e para o crescimento sustentável. Porém, quando se trata do aspecto etário, as empresas ainda estão no início de uma longa jornada de conscientização: mais de 50% dos entrevistados disseram que sua organização não possui programas de incentivo à diversidade geracional.

treinamento e capacitação das lideranças é vital para que possam reconhecer a relevância da economia prateada para os negócios e para os processos internos.

E se a sua organização já aborda esse nicho e adota ações afirmativas para eliminar as desigualdades, que tal ampliar os benefícios a seus talentos 60+ por meio de um programa de bem-estar integral? Converse com um dos especialistas do Gympass e descubra como apoiar ainda mais o seu time em suas necessidades de saúde e bem-estar em qualquer momento da vida.

Fale com um especialista em bem-estar_BR1.png

Referências:


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.