Bem-Estar Corporativo

Responsabilidade social corporativa: como colocar em prática?

22 de fev. de 2024
Última alteração 22 de fev. de 2024

A responsabilidade social corporativa é um conceito cada vez mais relevante no mundo dos negócios. Empresas que adotam práticas socialmente responsáveis são reconhecidas por contribuir para o desenvolvimento sustentável da sociedade e do meio ambiente.  

Para profissionais de Recursos Humanos, é fundamental compreender a importância e as estratégias relacionadas à responsabilidade social corporativa. Neste guia, você vai conferir informações essenciais sobre o tema, incluindo sua definição e exemplos de causas relevantes no país. Se você deseja promover uma cultura organizacional ética e alinhada com os valores da sua empresa, este artigo fornecerá insights valiosos para impulsionar suas ações de responsabilidade social corporativa. 

Guia definitivo de RH.png

O que é responsabilidade social corporativa?

A responsabilidade social corporativa (RSC) é um modelo de autorregulação que as empresas adotam para gerar um impacto positivo na sociedade. Isso representa um compromisso de conduzir suas atividades seguindo princípios éticos, preocupações socioambientais e propósitos não relacionados a interesses financeiros ou exigências legais.

Em outras palavras, é conduzir os negócios com ética de forma espontânea, onde a empresa procura beneficiar a sociedade e o meio-ambiente em que está inserida.

Pilares da responsabilidade social corporativa

A responsabilidade social corporativa é um compromisso genuíno que as empresas têm com seu próprio desenvolvimento sustentável e ético, impactando positivamente seus stakeholders, a sociedade e o meio ambiente. Para os profissionais de RH, a RSC pode se tornar um pilar estratégico na construção de uma cultura organizacional forte.

Com isso em mente, conheça os 3 princípios fundamentais da RSC e como eles se aplicam à sua empresa e a área de RH:

  1. Ética empresarial e transparência:

  • Como aplicar: Implementar um código de conduta claro e objetivo, promover canais de denúncia e comunicação transparente com stakeholders, realizar treinamentos periódicos sobre ética e compliance.
  • Papel do RH: Garantir que os princípios éticos sirvam como base para todas as políticas e práticas da empresa, desde o recrutamento e seleção até a gestão de desempenhodesligamento.

  1. Respeito aos Direitos Humanos, trabalhistas e ambientais:

  • Como aplicar: Adotar políticas que assegurem a segurança e o bem-estar integral dos colaboradores, garantir salários justos e condições de trabalho dignas, minimizar o impacto ambiental da empresa e promover a sustentabilidade.
  • Papel do RH: Implementar políticas de diversidade e inclusão, garantir a igualdade de oportunidades e combater qualquer tipo de discriminação, promover programas de saúde e segurança no trabalho e incentivar práticas sustentáveis no dia a dia da empresa.

  1. Promoção da diversidade e inclusão:

  • Como aplicar: Criar um ambiente de trabalho inclusivo e acolhedor para todos, independentemente de raça, gênero, orientação sexual, religião ou qualquer outra característica individual.
  • Papel do RH: Implementar políticas de recrutamento e seleção que valorizem a diversidade, promover ações de desenvolvimento e treinamento para todos os colaboradores e criar programas de mentoria e empoderamento para grupos minoritários.

As vantagens competitivas de empresas socialmente responsáveis

Para 54% da população, as empresas devem ser responsáveis por realizar melhorias socioambientais. Cerca de metade das pessoas esperam que as marcas dos produtos e serviços que consomem tenham um impacto social positivo. E a expectativa é bem parecida quando se trata de uma marca empregadora.

Um estudo global aponta que 42% dos profissionais recusariam um emprego em uma organização que não tenha ideais alinhados aos seus e 77% consideram importante trabalhar em empresas com valores bem definidos quanto à sustentabilidade, diversidade e transparência.

Mas uma empresa socialmente responsável tem vantagens que vão além das estatísticas favoráveis para a atração e retenção de talentos. Afinal, isso também costuma estreitar o relacionamento com o seu público interno e externo.

As iniciativas de RSC ajudam a promover o bem-estar holístico dos colaboradores, incentivar o senso de pertencimento e as atitudes positivas no ambiente de trabalho, demonstrar apoio à sua equipe e abertura ao diálogo sobre temas importantes para a sociedade. Como consequência disso tudo, suas estratégias de Employer Branding saem fortalecidas.

O que faz diferença nas estratégias de responsabilidade social corporativa

Ao elaborar e implementar estratégias de responsabilidade social corporativa, é importante considerar os seguintes pontos:

Alinhamento cultural

Procure alinhar suas políticas e iniciativas de RSC à sua cultura corporativa. Isso facilita a compreensão dos seus colaboradores e do público em geral, além de valorizar a visão da empresa sobre temas que conectam a sua comunidade ao mundo.

Liderança como exemplo

“Seja a mudança que você quer ver no mundo” é mais que uma frase inspiradora, é um alerta de que os seus propósitos não devem ficar só na teoria. Para colocar as ideias em prática, conte com a ajuda e o exemplo de líderes conscientes e ativamente envolvidos no processo.

Atenção às expectativas

Na medida do possível, envolva a sua força de trabalho nas decisões. Entender os interesses dos colaboradores ajuda a direcionar melhor os seus esforços, motivar a sua equipe e incentivar a adesão aos padrões de conduta associados à responsabilidade social.

Reconhecimento dos resultados

Estabeleça parâmetros para avaliar o impacto das estratégias e gerir a sua evolução ao longo do tempo. Bons resultados renovam as energias para seguir em frente. Identificar pontos de melhoria também serve de incentivo (e orientação) nesse sentido.

Atualização

Os programas de RSC podem envolver filantropia, voluntariado, iniciativas educacionais, ações de sustentabilidade, práticas de ESG e diferentes abordagens em apoio a causas sociais. Mantenha as ideias atualizadas para garantir as transformações a longo prazo.

Exemplos de causas relevantes para as pessoas e as empresas no Brasil

Inspire-se nestas ideias para manter a sua empresa engajada em causas sociais:

  • Diversidade e inclusão, com foco na eliminação de vieses inconscientes
  • Sustentabilidade e defesa do meio ambiente
  • Redução de desigualdades sociais, por exemplo, com apoio a projetos de moradia
  • Combate à desinformação, com campanhas inovadoras e ações de conscientização
  • Atenção à saúde física e mental
  • Incentivo à educação e ao desenvolvimento sócio cultural

De dentro para fora, do compromisso à ação, a responsabilidade social importa

Ser uma empresa socialmente responsável é mais do que fazer filantropia ou manter a conformidade com a legislação. Isso envolve tudo que acontece de dentro para fora da organização. Das práticas de contratação às iniciativas para promover o bem-estar integral de sua força de trabalho, da cadeia de operações aos produtos ou serviços oferecidos ao público.

Considerar essas questões de forma holística é o primeiro passo para firmar um compromisso social. O que vem pela frente é uma busca contínua pelo que é melhor para a sua comunidade interna e para o mundo ao redor.

O Gympass pode ser seu parceiro nessa jornada. Nos importamos com a saúde, a qualidade de vida e o bem-estar de suas equipes, dentro e fora do horário de trabalho e conhecemos, na prática, o impacto positivo que isso representa para as pessoas. Quer saber mais? Converse com nossos especialistas em bem-estar.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.