Bem-Estar Corporativo

Fit cultural: a diversidade como visão estratégica

6 de dez. de 2023
Última alteração 6 de dez. de 2023

O fit cultural é um fator cada vez mais avaliado nos processos de atração de talentos. O objetivo é conseguir um bom encaixe dos colaboradores na cultura da empresa e desfrutar dos muitos benefícios que isso pode alavancar. 

Mas, é importante uma visão estratégica para evitar algumas armadilhas que acabam limitando a diversidade no ambiente de trabalho. Veja como o fit cultural pode expandir o potencial de sua equipe e resultar em inovações inspiradas por uma equipe plural.

Desenvolva um programa de bem-estar que aumenta a retenção de talentos.png

O que é fit cultural

Fit cultural pode ser definido como o grau de compatibilidade entre a empresa e o candidato. É o que acontece quando um profissional se encaixa bem em uma cultura corporativa. Mesmo com as diferenças que tornam cada pessoa única, é possível encontrar perfis alinhados aos valores, comportamentos e princípios que uma empresa e sua equipe compartilham. 

Esse tipo de compatibilidade pode ser encarado como vantagem competitiva nos dias de hoje, por isso, é comum fazer parte dos processos de recrutamento e seleção de talentos.

É importante que as pessoas se sintam confortáveis sendo elas mesmas no trabalho e o fit cultural é um dos fatores que contribuem para isso. A identificação com o DNA da empresa deixa a equipe mais propensa a se entrosar, trabalhar em harmonia e buscar os melhores resultados para todos. Se a cultura da empresa ficar em segundo plano, pode ser mais complicado evitar dinâmicas tóxicas no ambiente de trabalho e a falta de motivação da equipe.

Principais benefícios do fit cultural

Estes são alguns dos benefícios que justificam os esforços para montar uma equipe em sinergia com a cultura da empresa:

  • Atração e retenção de talentos. A cultura e a reputação da empresa são como dois lados de uma moeda e têm um peso importante para a contratação de colaboradores nos dias de hoje, além de serem cruciais para manter profissionais valiosos na organização.
  • Pertencimento. Esse é um benefício do fit cultural com grande impacto na retenção de talentos em uma organização, com a estimativa de que 51% das demissões voluntárias estão relacionadas à falta de um senso de pertencimento ao trabalho.
  • Respeito às políticas. Compartilhar valores em comum torna as pessoas mais abertas a compreender as orientações e aderir ao código de ética da empresa.
  • Capacidade de inovação. A coesão entre ideais pode fazer com que os colaboradores se sintam mais confiantes para inovar e solucionar problemas com propostas adequadas ao employer branding (ou marca empregadora).
  • Comunicação eficaz. Quando há um fit cultural, os colaboradores tendem a se expressar com uma linguagem semelhante sobre assuntos de trabalho e manter uma postura empática na interação com colegas e líderes.
  • Engajamento da equipe. A cultura da empresa influencia a motivação dos colaboradores e o senso de propósito pode aumentar o comprometimento no trabalho, assim como turbinar a produtividade e os negócios.

Dicas para alinhar as estratégias de fit cultural e diversidade

diversidade importa para muitas empresas e profissionais. O fit cultural também. E o melhor é que esses valores não precisam ser conflitantes.

Veja algumas dicas para alinhar as duas estratégias:

  1. Assuma uma posição sobre a diversidade de talentos

À medida que a diversidade se torna um compromisso da empresa, fica mais fácil chegar a um fit cultural que incorpora talentos brilhantes, competências variadas e empolgação em toda a equipe. Vale lembrar que um ambiente plural não inviabiliza a harmonia, mas pode demandar mais atenção ao bem-estar no trabalho em um primeiro momento.

A empresa precisa ter uma visão clara sobre a sua cultura, para que seja possível selecionar novos colaboradores com perfis diversos e, ainda assim, em sintonia com a mentalidade compartilhada por todos. Por isso, é bom fazer um mapeamento de competências, conduzir pesquisas de satisfação e outras avaliações de People Analytics para tomar decisões que agregam valor à organização.

  1. Consolide a cultura da empresa

Para atrair, engajar e reter talentos, o fit cultural não pode ser apenas uma inspiração. Afinal, as pessoas querem trabalhar para uma empresa que vive a sua cultura. Se isso não se traduz em uma experiência autêntica, lá se vão os esforços para formar uma equipe diversa e coesa.

A diferença entre o que as lideranças falam e fazem não passa despercebida: 65% dos colaboradores reconhecem essa inconsistência. Portanto, é importante reforçar o direcionamento de líderes e gestores para as práticas alinhadas à cultura da empresa. E um processo de onboarding bem estruturado pode ser um ótimo ponto de partida. Literalmente.

  1. Revise as estratégias de recrutamento e seleção

Se a ideia é priorizar contratações que se encaixem na cultura da empresa de forma mais abrangente, é importante deixar claro que diversidade e inclusão são valores essenciais para a experiência dos colaboradores. Isso ajuda a atrair e abrir espaço para pessoas com diferentes características, ideias, origens, preferências, estilos de vida...

Mas, lembre-se: vieses inconscientes podem surgir nos processos de recrutamento e seleção. Para lidar melhor com isso, é interessante atualizar algumas práticas e treinar a equipe para evitar preconceitos. Como um primeiro passo, a adequação da linguagem dos anúncios de emprego e a realização de entrevistas em pares são técnicas inclusivas relativamente simples de implementar.

  1. Amplie as perspectivas de fit cultural

Algumas organizações já começam a falar em uma espécie de upgrade para o fit cultural tradicional, batizado de “cultural add”. Isso pode ser traduzido como complemento cultural ou contribuição cultural. Mas a ideia não é só trocar a nomenclatura, e sim, considerar que alguns perfis com diferentes valores e comportamentos podem se encaixar na empresa pelo potencial de inovação que representam.

Engajamento, inovação e diversidade estão no topo das prioridades dos CEOs em relação à cultura organizacional e 71% reconhecem que essa é uma das principais variáveis para impulsionar o desempenho nos negócios.

Valorize o mix cultural da sua empresa

A diversidade já não é apenas uma tendência no mercado de trabalho, muita gente considera um valor inegociável para o próprio bem-estar. O fit cultural ganha um novo fôlego quando colaboradores se misturam e direcionam seus esforços para os mesmos objetivos. E as empresas que se importam com o que isso representa para sua força de trabalho saem em vantagem nesse cenário.

Quer saber como tornar a experiência dos seus colaboradores (atuais e futuros) ainda mais atraente? Conte com um parceiro que se alinha à cultura da sua empresa e promove o bem-estar de sua equipe com o máximo de personalização. Fale com um especialista em bem-estar do Gympass para saber mais.

Fale com um especialista em bem-estar_BR1.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.