Bem-Estar Corporativo

A importância do desenvolvimento de habilidades em sua equipe

31 de jan. de 2024
Última alteração 31 de jan. de 2024

Você conta com um grupo de bons colaboradores na empresa? Isso é ótimo! Ter profissionais qualificados e dedicados na equipe é sempre motivo para comemorar. Porém, não é motivo para se acomodar: afinal, tudo que é bom pode ser aprimorado, concorda?

Por melhores que sejam as pessoas em sua força de trabalho, sempre existe potencial para evoluir. E isso é bom para todo mundo: tanto a empresa quanto os colaboradores ganham quando esse processo de melhoria acontece. No mundo do trabalho, isso se chama desenvolvimento de habilidades, e investir na qualificação do time é cada vez mais estratégico para o sucesso de qualquer negócio.

Se você também acredita que o desenvolvimento de competências da equipe pode ser um diferencial competitivo, saiba mais sobre esse assunto e confira dicas que irão ajudar você a aplicar essa iniciativa em sua organização.

Disputa por talentos - benefícios e employer branding.png

Desenvolvimento de habilidades: definição e exemplos

Vamos começar por definir o que são habilidades profissionais? No universo corporativo, esse conceito é usado para identificar o conjunto de capacidades, competências, conhecimentos, comportamentos e aptidões que cada pessoa possui, e que podem ser aplicadas a seu favor no cumprimento de suas responsabilidades. Ou seja: não se trata de qualquer tipo de habilidade, mas sim daquelas que são aplicáveis e que geram um impacto positivo para o colaborador e também para a empresa.

Por exemplo: a habilidade de falar bem em público pode ser relevante tanto para a vida pessoal quanto para a rotina profissional de alguém. Já a habilidade de mexer as orelhas (sem auxílio das mãos, claro) pode até despertar algum interesse no círculo social de uma pessoa, mas provavelmente fará pouca ou nenhuma diferença a seu favor na hora de enfrentar os desafios diários do trabalho.

Brincadeiras à parte, o fato é que, por mais talentos que alguém tenha, sempre há espaço para o desenvolvimento de habilidades em um indivíduo. Aprimorar as competências que uma pessoa já possui ou, então, direcionar sua aplicação para uma finalidade proveitosa pode gerar resultados positivos. Por essa razão, as empresas mais modernas do mercado investem cada vez mais no desenvolvimento de sua força de trabalho, pois sabem que explorar esse potencial é benéfico para os dois lados. Mas, para fazer isso, vale entender quais são essas habilidades profissionais.

Quais são os tipos de habilidades?

Cada pessoa é única e traz consigo um conjunto próprio de habilidades, formado por uma mistura das suas características individuais, personalidade, seu perfil comportamental, as experiências que viveu, os conhecimentos que adquiriu e muito mais. Esses ingredientes, quando juntos, formam a receita que molda o perfil profissional de cada colaborador.

As habilidades de uma pessoa podem ter origens diferentes, e podem ser divididas em grupos. Hoje em dia, a forma mais comum de organizar as diferentes capacidades de alguém é separando essas aptidões em habilidades técnicas e pessoais. Conheça as características de cada uma:

Habilidades técnicas

São as competências profissionais que alguém conquista por meio de estudo e prática. Ou seja: estamos falando de educação ou formação na área, incluindo cursos, e também de “mão na massa”, colocando esse conhecimento em ação e ganhando experiência naquilo que faz. São habilidades adquiridas ao longo do tempo. Exemplos: domínio de softwares, conhecimentos específicos sobre uma área, prática avançada em uma ferramenta de trabalho, entre outras.

Habilidades pessoais

Ao contrário das habilidades técnicas, essas, quase sempre, têm origem na própria personalidade da pessoa, e algumas já nasceram com ela. Embora não sejam adquiridas na forma de aprendizagem formal, isso não significa que não possam ser aprimoradas por quem já as possui, ou até mesmo treinadas e assimiladas por quem deseja utilizá-las em sua profissão. Exemplos: flexibilidade, trabalho em equipe, empatia, resiliência, liderança, entre outras.

No mercado de trabalho, esses diferentes tipos de habilidades recebem os nomes de “hard skills” (habilidades técnicas) e “soft skills” (habilidades pessoais). Há algum tempo, as soft skills não eram suficientemente valorizadas no universo corporativo, pois a visão da época era focada muito mais nos conhecimentos técnicos que nas relações interpessoais. Hoje, esse cenário mudou: as empresas procuram cada vez mais por profissionais com um bom domínio das habilidades pessoais, já que se percebeu que elas são fundamentais para um ambiente de trabalho positivo e uma rotina mais produtiva.

Como desenvolver habilidades em sua equipe

Já vimos que o desenvolvimento de habilidades dos colaboradores é bom para todo mundo. A questão, agora, é como fazer isso em sua empresa.

Na verdade, não tem muito segredo: como em tudo na vida, para melhorar é preciso estudar e praticar. Ou seja: estamos falando de investimento em treinamento e capacitação, baseado em um equilíbrio entre conhecimentos teóricos e experiências práticas de trabalho.

Antes de qualquer nova iniciativa, vale a pena planejar sua estratégia de desenvolvimento de habilidades. Como líder ou responsável pela gestão de pessoas na organização, a primeira coisa a fazer é identificar quais habilidades são mais necessárias para o sucesso do negócio, e como incentivar sua força de trabalho a treinar essas competências.

Após fazer essa análise, talvez você entenda que apostar em algum tipo de desenvolvimento de liderança pode ser o mais indicado para a equipe no momento. Ou, quem sabe, perceba que um determinado setor da empresa continua precisando de ajuda com o uso de um software, e oferecer um workshop consultivo para esses profissionais pode ajudar no domínio técnico da ferramenta.

Quer outro exemplo? Se você achar que o individualismo está fortemente encrustado na cultura corporativa da companhia, pode ser necessário estimular os colaboradores a trabalhar melhor em equipe e buscar, juntos, o sucesso do grupo. Nesse caso, ao invés de compartilhar com o time uma leitura sobre o valor do cooperativismo ou convidar a todos para uma palestra, que tal propor algumas atividades de team building? Essa é uma forma prática e divertida das pessoas perceberem como dependem uma das outras, e valoriza a contribuição que cada membro da equipe pode dar para seus colegas.

Reparou como cada tipo de habilidade demanda uma forma diferente de aprimoramento? Algumas ideias para você testar com sua força de trabalho são:

  • palestras (presenciais ou online)
  • webinars e lives
  • participação em feiras, simpósio e congressos do setor
  • gincanas e dinâmicas em grupo
  • cursos em plataformas de educação corporativa
  • certificações técnicas fornecidas por entidades representativas
  • cursos ministrados por especialistas na empresa
  • incentivos e benefícios corporativos para os colaboradores continuarem se especializando em suas áreas de atuação.

A importância de investir no desenvolvimento de competências

Desenvolver habilidades em sua força de trabalho é vantajoso de diversas maneiras. No caso dos colaboradores, os benefícios óbvios são o crescimento profissional e pessoal. Já para a organização, o desenvolvimento de competências do time pode gerar resultados positivos para o negócio como um todo. Investir no desenvolvimento de habilidades da sua força de trabalho pode trazer:

Mais produtividade

Ao adquirir novas habilidades ou aprimorar as que já possuem, os integrantes da sua equipe se tornam cada vez melhores no que fazem. Isso tem impacto direto na qualidade e na assertividade das entregas, reduz o risco de retrabalho e otimiza todo o andamento da rotina operacional, que se torna mais produtiva e, consequentemente, mais lucrativa.

Melhoria na marca empregadora

Conforme sua empresa segue acreditando e investindo no desenvolvimento de habilidades da força de trabalho, essa postura se fixa à imagem institucional da organização no mercado de trabalho. Ela passa a ser reconhecida por profissionais de dentro e de fora da companhia, e ajuda a construir um employer branding cada vez mais positivo e destacado para a organização no cenário profissional.

Maior retenção de talentos

Os colaboradores que participam do processo de desenvolvimento de competências se sentem valorizados ao receberem um voto de confiança da empresa, que está investindo no seu potencial. Esse posicionamento contribui para a retenção de talentos, já que as pessoas desejariam permanecer na companhia e continuar crescendo profissionalmente em um ambiente que aposta nelas.

Demonstrar que sua equipe tem valor, e que a empresa reconhece isso, é cada vez mais essencial em um mercado de trabalho competitivo, que disputa os melhores profissionais. Investir no potencial do time e fornecer oportunidades para as pessoas conseguirem desenvolver habilidades e evoluir na carreira é uma das melhores formas de fazer isso. Mas não é a única. Hoje em dia, os colaboradores também querem sentir que a organização se preocupa com seu bem-estar integral, tanto no trabalho quanto em casa, e que toma iniciativas para cuidar bem da sua equipe.

Essas questões são tão importantes para a força de trabalho que 93% das pessoas já consideram seu bem-estar tão importante quanto seu próprio salário. E mais: 87% delas pensariam em deixar uma empresa que não valoriza esse aspecto da rotina profissional. Ou seja: é preciso dar a atenção que os colaboradores desejam, pois isso, além de deixar o time mais motivado e envolvido com o trabalho, também gera retorno para a própria empresa. E o Gympass está aqui para ajudar.

Somos referência global em saúde e bem-estar holístico, e nossos parceiros oferecem centenas de opções para que sua equipe possa se cuidar como preferir. Converse com um especialista em bem-estar do Gympass para saber mais.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.