Bem-Estar Corporativo

O valor da gestão de recursos humanos

13 de set. de 2023
Última alteração 22 de jan. de 2024

Talvez você já tenha ouvido por aí que o ativo mais importante nas empresas é o capital humano. Com a tecnologia cada vez mais acessível e barata, e produtos e serviços com pouca ou nenhuma distinção entre si, as organizações que querem se destacar frente à concorrência precisam pensar em diferenciais para conquistar os clientes.

Segundo relatório da Zendesk sobre tendências para o Customer Experience (CX), 70% dos consumidores gastam mais com empresas que oferecem experiências descomplicadas, personalizadas e integradas. E isso só é possível graças à atuação de pessoas capacitadas, seja na linha de frente, atuando com prospecção e vendas, ou nos bastidores, idealizando soluções cada vez mais inteligentes, criativas e inovadoras para superar as expectativas do público-alvo.

Assim, de maneira resumida, podemos dizer que a gestão de recursos humanos são todos os esforços empregados para que os colaboradores de uma empresa trabalhem motivados, felizes, envolvidos em suas atividades e focados nos objetivos do negócio.

Guia definitivo de RH.png

O que é gestão de recursos humanos?

A gestão de recursos humanos, também conhecida como gestão de pessoas, é o conjunto de ações, metodologias e estratégias usadas por uma organização para fortalecer o relacionamento com seus atuais e futuros colaboradores. Os responsáveis pela gestão de recursos humanos se valem de ensinamentos da administração, da logística, da psicologia e das ciências sociais para que a employee experience (ou experiência do colaborador) durante sua jornada na empresa seja a mais positiva possível.

Qual é a importância da gestão de recursos humanos?

Empresas são feitas essencialmente de pessoas. São elas que projetam e desenvolvem os mais variados produtos e serviços para facilitar a vida do público. Se ganham um bom salário, são valorizadas por suas contribuições e respeitadas em suas necessidades de saúde e segurança, tendem a ser mais engajadas e produtivas. E colaboradores satisfeitos têm menor propensão a deixar as empresas, faltam menos ao trabalho e são defensores voluntários da marca.

O que faz um gestor de recursos humanos?

Quem atua como gestor de recursos humanos é responsável por diversas ações, que vão desde a atração de talentos até o encerramento de um contrato de trabalho. Segundo levantamento realizado pelo PageGroup sobre as profissões em alta para 2023, o gerente de recursos humanos se destaca como essencial nas empresas por ter que pensar em estratégias eficientes para:

Assim, os processos inerentes à gestão de recursos humanos incluem:

Recrutamento e seleção

recrutamento e seleção é um amplo programa que engloba uma série de atividades. Inicialmente, é preciso definir os requisitos para a posição em aberto, como a formação acadêmica mínima e as habilidades técnicas e comportamentais necessárias para exercer a função. Em seguida, é feito o anúncio em plataformas de divulgação de vagas de emprego, nas redes sociais ou via intranet (no caso de um recrutamento interno). A triagem de currículos e o convite para participar de uma entrevista são as próximas etapas. Por fim, o gestor de recursos humanos ajuda a área solicitante a selecionar talentos com os perfis mais adequados ao cargo.

Onboarding

Onboarding é o processo de ambientar os recém-chegados à empresa e prestar o suporte necessário para que possam desempenhar suas tarefas com confiança e tranquilidade. Isso inclui fornecer informações, equipamentos e acesso a sistemas; apresentar os novos colaboradores a pessoas-chave na organização, a seus líderes e colegas de equipe; recolher documentos e proceder com os exames admissionais; e esclarecer dúvidas sobre salário, benefícios, oportunidades de crescimento, desenvolvimento e reconhecimento no trabalho.

Remuneração e benefícios

O gestor de recursos humanos também é responsável por estabelecer o plano de cargos e salários e os critérios para recompensas e promoções na empresa. Essa atividade requer especial atenção ao orçamento e habilidades de negociação para conseguir descontos significativos em vários serviços e vantagens para a força de trabalho, como:

  • plano de saúde empresarial;
  • assistência odontológica;
  • seguro de vida em grupo;
  • programas de bem-estar;
  • estacionamento subsidiado ou vale-combustível;
  • vacinação patrocinada;
  • financiamento estudantil.

A Robert Half, em seu estudo anual sobre benefícios, constatou que 42% dos colaboradores estão insatisfeitos com as facilidades que recebem. Uma estratégia competitiva de remuneração e benefícios é um poderoso instrumento para atrair e reter talentos.

Treinamento e desenvolvimento

O treinamento e desenvolvimento (T&D) consiste no empenho em capacitar os colaboradores, aprimorar competências existentes ou promover o aprendizado de novas técnicas e conceitos. Pessoas qualificadas e a par das novidades e tendências conseguem propor soluções inovadoras, criativas, ágeis e personalizadas para as questões do cotidiano empresarial. E isso torna o negócio mais eficiente, competitivo e atraente para clientes, investidores e profissionais em busca de novas oportunidades.

Clima organizacional

clima organizacional é o conjunto de percepções, sentimentos e atitudes das pessoas com relação à empresa onde trabalham. Por meio da pesquisa de clima organizacional, você consegue compreender o nível de satisfação geral e os aspectos carentes de melhoria. Um ambiente positivo favorece a motivação e a produtividade das pessoas e, consequentemente, os resultados operacionais. Daí a importância de investir em uma cultura diversa, em práticas de reconhecimento profissional, na gestão de conflitos e na priorização da inclusão e do bem-estar.

Avaliação de desempenho

avaliação de desempenho é uma das técnicas mais usadas pelas empresas para medir a qualidade do trabalho individual e que aspectos precisam ser revistos. É de suma importância que venha acompanhada de um feedback construtivo para que as pessoas tenham ciência do que está bom e do que precisa ser melhorado. O objetivo da avaliação de desempenho deve ser o desenvolvimento profissional, em vez de críticas ou punições. Afinal, cabe à gestão de recursos humanos viabilizar oportunidades de aprendizado e crescimento aos colaboradores.

Offboarding

Offboarding, também conhecido como demissão humanizada, é o término das relações de trabalho de maneira amigável e respeitosa. As pessoas podem deixar a empresa por diversos motivos (aposentadoria, mudança de cidade, oportunidades financeiras mais vantajosas em outra organização). E isso não significa que não possam voltar ou que não sigam como promotoras de sua marca. Por isso, é vital que o processo de desligamento seja conduzido com transparência e segurança, bem como atenda às regras internas de compliance.

Como melhorar a gestão de recursos humanos na sua empresa?

A gestão de recursos humanos é um processo contínuo, que deve sempre ser revisto para que a jornada das pessoas enquanto colaboradores seja a mais proveitosa possível. Desde a admissão até o encerramento do vínculo empregatício, é preciso pensar em ações para enriquecer ao máximo a experiência profissional.

Você pode se valer de pesquisas de satisfação interna para avaliar o clima organizacional, o grau de contentamento com as instalações físicas e os aspectos ergonômicos, sondar se existem queixas relacionadas à gerência ou aos colegas e até para saber se os benefícios corporativos oferecidos são suficientes e adequados para atender às necessidades das pessoas e de suas famílias.

Se o seu intuito é melhorar ainda mais a gestão de recursos humanos na sua empresa, considere oferecer um pacote completo de bem-estar às equipes. Converse com um especialista em bem-estar do Gympass hoje mesmo e descubra como podemos ajudar!

Fale com um especialista em bem-estar_BR1.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.