Bem-Estar Corporativo

8 passos para criar roteiros de entrevistas e otimizar o processo de seleção da sua empresa

19 de fev. de 2024
Última alteração 19 de fev. de 2024

A entrevista de emprego é uma parte crucial do processo de recrutamento e seleção. É o momento em que o RH pode conhecer melhor os candidatos e obter as informações que influenciarão diretamente a contratação. Por isso, é uma etapa que merece especial atenção e planejamento para oferecer uma experiência positiva às pessoas interessadas na vaga e para tomar decisões estratégicas para sua empresa.

Uma forma de conduzir uma boa entrevista é através de um roteiro bem preparado. Imagine um cenário em que você encerra a conversa com o candidato e se despede, mas se lembra segundos depois que esqueceu de abordar questões fundamentais para o cargo ofertado. Você não vai querer que isso aconteça, não é mesmo?

A seguir, saiba o que é e para que serve um roteiro de entrevista de emprego, veja por que é importante elaborar um e confira dicas para ajudar você nessa hora.

Checklist de RH para os primeiros 90 dias de um novo colaborador.png

O que é um roteiro de entrevista de emprego e para que serve

O roteiro para entrevista de emprego é um passo a passo que auxilia a equipe de recrutamento a conduzir a conversa com os candidatos a uma vaga. O roteiro pode ser curto ou ter várias páginas, mas deve refletir o estilo do entrevistador, ser compreensível e profissional. Ele funciona como um guia, preparado com antecedência e estruturado com perguntas relevantes e estratégicas, que podem ajudar você a conhecer melhor os possíveis novos membros da equipe e identificar o perfil ideal para o cargo em questão.

Um roteiro ajuda a evitar questões inadequadas e a manter o foco em temas relevantes. Ao fazer as mesmas perguntas a todos os candidatos, você pode garantir a uniformidade e a imparcialidade do processo seletivo. Você também pode usá-lo para fazer anotações, escrever comentários e adicionar informações que surgirem durante a entrevista.

Um roteiro de entrevista típico pode incluir:

  • Uma breve apresentação do recrutador e uma explicação das características da vaga e do processo de seleção.
  • Perguntas iniciais para quebrar o gelo e deixar o candidato mais a vontade.
  • Perguntas técnicas específicas da vaga para avaliar as habilidades, a experiência e as qualificações do profissional.
  • Perguntas sociocomportamentais para analisar as capacidades interpessoais e outras soft skills do candidato.
  • Perguntas de acompanhamento para se aprofundar sobre as respostas dadas e abrir espaço para a pessoa entrevistada falar mais sobre seus objetivos, experiência e expectativas.
  • Uma conclusão em que você agradece ao candidato pela entrevista e fornece algumas informações sobre os próximos passos do processo seletivo.

A importância de um roteiro ao planejar uma entrevista

Fazer as perguntas corretas é um elemento imperativo ao buscar os profissionais ideais em uma entrevista de emprego. Se feito corretamente, um roteiro pode ajudar o RH a fazer as contratações certas para a empresa por meio de um processo eficiente, equitativo e justo. Um de seus principais objetivos é reunir o máximo possível de informações relevantes para a vaga e criar um instrumento eficaz para avaliar os concorrentes. Assim, você poderá analisar os perfis profissionais de uma forma otimizada e decidir qual é o mais indicado para a vaga.

Além disso, ao lidar com recrutamento, é importante que você dê a cada candidato o mesmo tempo de resposta e faça perguntas semelhantes sobre a vaga. Desse modo, é possível coletar dados mais precisos e conhecer melhor o potencial e as habilidades de cada pessoa. Preparar um roteiro de entrevista ajuda você a se lembrar de todos os pequenos detalhes que quer abordar. A estruturação dessa etapa torna o processo mais assertivo e ágil.

Benefícios de elaborar um roteiro de entrevista de emprego

Ter um bom roteiro de entrevista de emprego pode ajudar tanto os recrutadores quanto os candidatos. Confira algumas vantagens e benefícios:

Consistência e condições justas

Quando você tem um roteiro de entrevista padronizado e estruturado para um grupo de candidatos, é possível reduzir os vieses inconscientes e oferecer às pessoas critérios de avaliação uniformes.

Além disso, é recomendado pedir para que alguém do departamento jurídico analise as perguntas para eliminar quaisquer problemas relacionados à discriminação, assuntos pessoais e questões de cor, gênero, orientação sexual, religião e etnia, assim como a linguagem correta a ser usada. É até uma forma de fortalecer a diversidade e inclusão na sua empresa.

Melhoria na comunicação

Um roteiro bem preparado pode criar uma atmosfera confortável e acolhedora para qualquer tipo de entrevista, melhorando assim a comunicação com os candidatos. É mais comum que mal-entendidos ocorram quando o recrutador faz as perguntas de forma espontânea, à medida que se lembra delas. Com uma lista estruturada e organizada, você pode abordar questões de forma concisa, clara e fácil de compreender.

Economia de tempo

Um roteiro também pode ser útil ao agilizar as entrevistas e o processo de seleção, uma vez que você não precisa pensar em todas as perguntas sempre que estiver com um candidato diferente. Assim como em reuniões, uma entrevista exige a criação prévia de uma pauta com todos os assuntos a serem discutidos. Isso pode ser de especial ajuda ao recrutar para diferentes vagas ou quando as posições em aberto envolvem temas complexos que exigem foco e concentração.

Avaliação abrangente

Ao preparar um roteiro de antemão, você pode pensar melhor no que será abordado e incluir perguntas que abranjam todos os tópicos técnicos e interpessoais de interesse para a vaga. Assim, é possível avaliar os candidatos de forma mais completa e tomar uma decisão informada sobre o perfil adequado para o cargo.

Como fazer um roteiro de entrevista de emprego

As perguntas feitas durante uma entrevista de emprego podem variar de acordo com os interesses, a cultura, as exigências e as expectativas da empresa. Sendo assim, não existem regras rígidas a respeito do que pode ou deve ser perguntado, desde que haja consistência, relevância e planejamento.

Confira a seguir algumas dicas e recomendações para ajudar você na hora de criar um roteiro para conduzir uma entrevista:

  1. Revise os requisitos da vaga

Antes de começar a escrever, é importante que você dedique um tempo para compreender as atribuições do cargo presentes no job description (descrição da vaga) que foi anunciado. Isso ajuda você a alinhar as necessidades da função e a visão, a missão e os valores da empresa. Tais informações serão usadas para decidir quais perguntas incluir no roteiro.

Ao analisar um cargo, procure prestar atenção às principais habilidades que o candidato deve ter. Por exemplo, se você recrutar alguém para uma posição de gerência, precisará se concentrar nas competências de liderança, relacionamento interpessoal e trabalho em equipe.

  1. Estabeleça critérios e objetivos

Com base na análise da vaga, você pode então estabelecer critérios e objetivos para a entrevista. Essa etapa serve como uma diretriz que orienta a escolha das perguntas mais adequadas, pois é necessário garantir que você terá as respostas que procura de cada candidato. Analise, por exemplo: Qual o perfil ideal para o cargo? Que qualificações são necessárias? Quais características são indispensáveis e quais são diferenciais?

Estabelecer parâmetros e metas nesse contexto ajuda a produzir uma interação padrão com todos os interessados e evita que uma pessoa seja favorecida de forma injusta.

  1. Defina um formato e estrutura para a entrevista

Outro ponto inicial importante é o formato da entrevista. Decida se a conversa será dominada por perguntas abertas, mais fechadas ou por um misto de ambos os tipos. As etapas anteriores servem para definir essa estrutura. Nesse momento, estabeleça também qual será a duração da interação com cada candidato.

Além disso, você pode dividir a entrevista em seções voltadas para critérios específicos. Em uma parte, você discute qualificações por meio de perguntas mais diretas. Em outra, você pode dar mais espaço para a pessoa falar de si mesmo e sua trajetória profissional.

  1. Escreva uma introdução

Em seguida, escreva uma breve introdução. Apresente-se, dê as boas-vindas ao candidato e explique como será a entrevista. Você também pode aproveitar para reforçar alguns detalhes sobre a vaga e sobre a organização.

  1. Prepare as perguntas que serão feitas

Agora é a hora de escolher as questões que serão abordadas. Essa pode ser uma das tarefas mais demoradas ao escrever um roteiro. Há vários tipos de perguntas que você pode incluir, a depender das expectativas da empresa para o cargo.

Perguntas abertas permitem que você busque informações mais aprofundadas e sem restrições, além de exigir que o candidato reflita melhor para elaborar suas respostas. São ótimas para falar de habilidades e competências, abordar situações específicas, discutir expectativas de plano de carreira e descrever experiências passadas. Veja alguns exemplos:

  • Qual foi a maior contribuição que você fez em seu último cargo?
  • Por que escolheu nossa empresa?
  • Quais são suas práticas de aprendizado contínuo?
  • Qual foi a meta que você teve mais orgulho de atingir?
  • O que mais motiva você no trabalho?
  • Qual foi a situação mais complexa que você precisou resolver em sua carreira até hoje?

Já as perguntas fechadas requerem respostas mais curtas e diretas, normalmente em poucas palavras, com uma conclusão clara. Essas são ideais para obter informações factuais sobre uma pessoa e seu histórico profissional. Alguns exemplos são:

  • Por quantos anos você ficou em seu último cargo?
  • Você tem experiência com liderança de equipes em formato de trabalho remoto?
  • Quais idiomas você fala?
  • Já trabalhou em campanhas de mídias sociais?
  • Você aceitaria mudar-se de cidade?

Observação: as perguntas mencionadas são apenas exemplos, pois cada entrevista exige um roteiro com questões específicas, conforme as exigências da vaga e os critérios da empresa contratante.

  1. Prepare perguntas de suporte

Em algumas situações, é recomendado preparar perguntas de suporte que complementem as questões já feitas e extrair mais informações do candidato caso a resposta dada não seja satisfatória. Por exemplo, ao pedir para a pessoa entrevistada descrever suas responsabilidades em seu último cargo, você pode pensar em perguntas de detalhamento como: do que você mais gostava nesse trabalho? Sua relação com colegas era positiva? O que mais motivava você? Qual era sua principal dificuldade no cotidiano?

  1. Faça o encerramento

Por fim, prepare o encerramento da entrevista, com espaço para agradecimentos, um possível feedback e orientações sobre as próximas etapas da seleção.

  1. Mantenha o processo humanizado

Humanizar a entrevista é imprescindível para proporcionar uma experiência positiva para o candidato, o que reforça o employer branding da empresa e contribui para uma boa experiência dos colaboradores desde o processo seletivo. Para isso, é necessário não só preparar perguntas adequadas, mas também demonstrar abertura para ouvir as pessoas e criar um ambiente em que se sintam confortáveis para falar de si mesmas e de suas experiências.

O bem-estar como estrela desde o primeiro momento

Um processo seletivo não é um momento para apenas selecionar futuros membros do seu pessoal, mas também para falar da sua empresa e dar motivos para que os novos colaboradores já entrem para a equipe motivados. Segundo o estudo Jornada do Candidato 2023, uma das tendências entre as organizações é explorar sua marca empregadora e proposta de valor (Employee Value Proposition) por meio de uma melhor divulgação dos modelos de trabalho e benefícios corporativos oferecidos.

Tratar da importância que a empresa dá à saúde e ao bem-estar dos colaboradores logo no início de sua jornada enriquece a employee experience e promove a produtividade e o engajamento no trabalho. E quando o assunto é programas de bem-estar, o Gympass pode ser um ótimo parceiro, com soluções holísticas e personalizadas que contribuem para a qualidade de vida da sua equipe. Fale com um de nossos especialistas em bem-estar para saber mais.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.